FANDOM


"Você acha que foi minha escolha casar com um homem que eu não amava? Viver uma vida que eu não escolhi? Fui traída pelos próprios deuses que uma vez me viram como seus. Mas não mais."

Perséfone é uma deusa, Rainha do Submundo, e a principal antagonista em God of War: Chains of Olympus.

História Editar

God of War: Chains of Olympus Editar

Persefone era a rainha do submundo e era o responsável para orquestrar os eventos durante todo o jogo. Tornara-se amarga por cuidar dos caídos e aliar-se com o Sonho Morfeu e o poderoso Titã Atlas, na esperança de destruir o mundo junto com ela mesma. Isto seria conseguido colocando os deuses dormindo pelo poder de Morfeu e libertando Atlas, permitindo-lhe capturar Hélios, o Deus do Sol, e destruir o Pilar do Mundo que mantinha a Terra e o Olimpo no lugar.

Enquanto perseguia sua filha falecida, Calliope, no submundo, Kratos, o servo dos deuses, foi recebido por Perséfone e exigiu ver sua filha. Perséfone explicou a Kratos que se ele visse sua filha, que fugiu para os Campos Elíseos, ele precisaria provar ser digno, desistindo de seu poder e armas. Só então ele seria concedido a passagem para os Campos Elíseos.

Quando finalmente se reuniu com sua filha, Kratos percebeu que tinha sido enganado por Perséfone quando revelou seu plano para destruir o mundo. Perséfone não queria mais viver por causa do fato de que ela se casou com um homem que ela não amava, viveu uma vida que não escolheu e que foi traída pelos próprios Deuses que a chamaram de sua. Ela estaria em paz e estaria livre de sua existência miserável. Ela provocou Kratos sobre o fato de que ele não poderia fazer nada para salvar sua filha. Kratos, com raiva, tentou atacar Perséfone, mas ela simplesmente o espantou.

Kratos deu a sua chance de estar com Calliope para recuperar seus poderes e armas para que ele fosse capaz de parar Perséfone. Transformando-se em uma forma alada e blindada para combater o espartano, Perséfone voou até o Pilar do Mundo, que Atlas já estava no processo de destruir. Com suas lâminas, Kratos conseguiu seguir Perséfone prendendo-se nela. Eles lutaram em cima do Pilar, onde Perséfone foi auxiliada por Atlas. No entanto, Hélios, mantido na mão de Atlas, irradiou o raio de luz que Kratos usou para enfraquecer a deusa. Ele então a esmagou até a morte com a Manopla de Zeus. Em seu último suspiro, disse a Kratos que seu sofrimento nunca terminaria.

Suas ações mais tarde prenunciariam as próprias ações de Kratos ao se vingar dos Deuses.

God of War III Editar

Perséfone só brevemente aparece, como parte de um quebra-cabeça. Ela, como Ares, está enterrada num caixão decorado. O próprio Hades posteriormente menciona sua morte como uma das muitas queixas que o Senhor do Submundo tem contra Kratos. Além disso, quando Kratos tem uma batalha com Hades, é dentro de uma das grutas de Perséfone, e seu rosto está ainda gravado no centro do piso onde Kratos luta com Hades.

God of War: Chains of The Gods Editar

Em God of War: Chains of The Gods, Perséfone é revivida por Apolo, assim como os outros Deuses do Olimpo. Perséfone volta aos Campos Elíseos para ver se está tudo certo por lá, após isso Perséfone retorna para o Olimpo. Mesmo estando no Monte Olimpo, Perséfone ainda continuava com o seu plano de derrubar os pilares que seguravam o mundo, mas isso muda quando ela começa a dar tarefas para Leon, já que ela tinha dado apenas 2 tarefas, Perséfone se apaixona por Leon, mas não demonstrou isso, pois estava preocupada com seu plano. Em um certo dia, Leon foi até Perséfone, pois sabia que ela tinha uma vida nada agradável, Leon pediu uma tarefa que melhoraria por completo a vida de Perséfone e essa tarefa era de aprisionar Hades no Tártaro, pois com isso Hades ainda seria como um Deus do Submundo, assim não traria problema ao Olimpo caso morresse, Perséfone aceitou dar esta tarefa para que Leon a fizesse, mas Perséfone pediu que ele matasse Hades, e assim aprisionaria a alma dele no Tártaro e se tornaria a Deusa do Submundo. Leon aceitou e cumpriu a tarefa de matar Hades, como recompensa Perséfone deu alguns poderes e habilidades para Leon e deu a proposta de ser a amante dele, Leon aceita essa proposta já que Perséfone não poderia se casar com ele e essa seria a única forma de deixar a vida dela melhor, a vida que uma deusa merece.

Poderes e Habilidades Editar

Como Rainha e Deusa do Submundo, Perséfone exibiu vários tipos de habilidades especiais.

  • Imortalidade- Como uma deusa, Perséfone é imortal.
  • Resistência sobre-humana - Perséfone possui uma grande resistência a danos.
  • Agilidade sobre-humana - Perséfone demonstra ser extremamente ágil.
  • Velocidade sobre-humana - Perséfone é extremamente veloz, sendo capaz de desviar de diversos tipos de ataques.
  • Força sobre-humana -  Perséfone tem uma força incrível, sua força é tão incrível que é capaz de dominar Titãs e outros seres com muita facilidade.
  • Telecinese - Perséfone pode convocar vários grandes pilares de energia que se projetavam do chão, e atirar grandes feixes de energia.
  • Voo - Capaz de voar a grande velocidade graças a seus conjuntos de asas, ela é capaz de realizar ataques de mergulho com seus punhos.

Curiosidades Editar

  • Apesar de tentar destruir o mundo, ela e os deuses, incluindo seu marido Hades, ele ainda abrigava grandes sentimentos de ódio por Kratos por matá-la. Isto era provavelmente devido ao fato que Hades era possuído pelo male do ódio, da caixa de Pandora.
  • É estranho que vemos seu corpo explodir em sua morte em God of War: Chaisn of Olympus também destruindo o Pilar do Mundo, ainda vemos seu cadáver em God of War III, assim como Ares. É possível que Hades tivesse os meios para restaurar um corpo, não importa o estado em que estava.
  • Ela foi a primeira mulher que foi uma antagonista principal na série God of War, mas ela não foi revelada para ser uma antagonista até o final do jogo.
  • Kratos é reivindicado ser o primeiro a matar um deus quando ele mata Ares, apesar de matar Perséfone em God of War: Chains of Olympus. Perséfone também não foi mencionada quando Kratos informou Gaia sobre as mortes de Ares e Atena. Uma possível explicação é que Perséfone é considerada uma deusa menor.
  • Também é provável que Hélios estivesse envolvido em matá-la ou remover sua divindade. Perséfone é invencível até explodido com o feixe solar no final da luta.
  • Além de complicar as coisas, Kratos afirma que Ares é o único deus que foi morto em Ghost of Sparta, que foi feito após Chains of Olympus e pelo mesmo estúdio.
  • Perséfone é um dos poucos deuses que não participaram, e pode não ter nascido ainda, durante a Primeira Grande Guerra, o que pode explicar Atlas unindo forças com ela em vez de matá-la.
  • Isso faz dela o primeiro deus da série que foi morto por Kratos, e não participou na Grande Guerra; O segundo é Thanatos.
  • Ironicamente, Perséfone é a deusa da inocência, apesar de tentar destruir o mundo inteiro. Talvez agiu como trama trágica também para mostrar a inocência da deusa sendo torcida amargura dogmática ao ponto que ela quis destruir o mundo porque era tão corrupto.
  • A morte de Perséfone era semelhante ao seu meio-irmão, Ares. Ambos foram empalados, tiveram suas últimas palavras antes de morrer e seus corpos explodiram.
Perséfone.png

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória